terça-feira, 21 de abril de 2009

Vocês que gostam de cães o que acham do texto?







TESTAMENTO DE UM CÃO

Minhas posses materiais são poucas e eu deixo tudo para você...Uma coleira mastigada em uma das extremidades, faltando dois botões, uma desajeitada cama de cachorro e uma vasilha de água rachada na borda. Deixo para você a metade de uma bola de borracha,uma boneca rasgada que você vai encontrar debaixo da geladeira, um ratinho de borracha sem apito que está debaixo do fogão da cozinha e uma porção de ossos enterrados no canteiro de rosas e sob o assoalho da minha casinha, além disso, eu deixo para você a memória, que, aliás, são muitas. Deixo para você a memória de dois enormes e meigos olhos cor de mel, de um nariz molhado e de choradeiras atrás da porta. Deixo para você uma mancha no tapete da sala de estar junto à janela, quando nas tardes de inverno eu me apropriava daquele lugar, como se fosse meu, e me enrolava feito uma bolinha para pegar um pouco de sol. Deixo para você um tapete esfarrapado em frente da sua cadeira preferida, o qual nunca foi consertado com o tipo de linha certo.... Isso é verdade.Eu o mastiguei todinho, quando ainda tinha cinco meses de idade, lembra-se. Também deixo para você as memórias da primeira surra que levei quando comi seu celular e também todo o meu esquecimento... Deixo para você um esconderijo que fiz no jardim de baixo dos arbustos, perto da varanda da frente, onde eu costumava me esconder do sol nos dias de verão. Ele deve estar cheio de folhas agora e por isso talvez você tenha dificuldade em encontrá-lo, Sinto muito! Deixo também, só para você, o barulho que eu fazia ao sair correndo sobre as folhas de abril, quando vagabundeávamos pelo sítio. Deixo ainda a lembrança de momentos pelas manhãs, quando saiamos juntos pela margem das lagoas do condomínio e você me dava àqueles biscoitos coloridos. Recordo-me das suas risadas, porque eu não conseguia alcançar aquele coelho impertinente. Deixo-lhe como herança minha devoção, minha simpatia, meu apoio quando as coisas não andavam bem, meus latidos quando você levantava a voz aborrecida.... E minha frustração por você ter ralhado comigo todas as vezes que eu colocava o nariz debaixo da cauda. Eu nunca fui à igreja, nunca escutei um sermão, e sem ter dito sequer uma palavra na minha vida, deixo para você lições de paciência, de tolerância, de amor e de compreensão. Sua vida foi mais rica porque eu vivi.
FRANK REINSHSTEIN

Moral da história: Até mesmo um simples animalzinho que entra em sua vida deixa lições que jamais serão esquecidas, lições estas que você pode usar no seu dia a dia para tornar sua vida bem melhor!
E lembre-se um animalzinho no caso do texto um cachorro pode sim ser seu melhor amigo.

L&L-Arte de pensar e expressar

13 comentários:

  1. Concordo com vc, os animais nos passam grandes lições, é só estarmos atentos para entender e perceber! :)

    Obrigada pela visita, sejam sempre bem-vindas!

    Beijos, bom feriado!

    ResponderExcluir
  2. Bonita mensagem de sensibilização para aquele que é um verdadeiro amigo e companheiro atento. Tantas vezes ele é abandonado e maltratado por aquele em quem ele confiou.
    Seremos nós Seres humanos realmente dignos, quando não dignificamos os animais?

    Um beijinho

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto.Para quem gosta de cachorros,então.Pena que tantos ainda são maltratos,abandonados.Um abração.

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto! E agradeço a visita.

    O mundo ao redor nos ensina tanta coisa...até um animalzinho nos dá grandes lições de humildade e lealdade...bastaria um pouco mais de sensibilidade para que o ser humano percebesse tudo isso para ser e fazer tudo mais feliz...

    Bela iniciativa de postar esse texto!

    Boa semana pra vocês.

    ResponderExcluir
  5. Testamento muito bem pensado e bem
    redigido. Para além dos bens materiais deixados
    pelo lindo, fica o exemplo da paciência, do amor e da lealdade, que infelizmente quase não
    se encontra nos homem.
    Quantas vezes me sinto obrigado a este desabafo: Quanto mais conheço os homens,
    mais gosto dos cães.

    Parabéns pelo testamento e um agradecimento
    a esse cão tão amigo.

    Beijos.

    Alvaro Oliveira

    ResponderExcluir
  6. auhsaohsaos engraçado aosuhauo adorei

    ResponderExcluir
  7. Aprendemos muito com os animais.
    É uma lição diária de amor,
    companherismo e lealdade.
    Seu cantinho é um mimo.
    Vou segui-lo desde agora.

    Beijinho

    Glória

    ResponderExcluir
  8. Ahh que perfeito...
    Eu gostaria d postar no meu blog, te dando os devidos créditos.
    A minha vida enriqueceu por causa de uma criaturinha de 2kg. Eu sou a pessoa mais feliz do mundo! ^^

    Selo pra você \ô

    http://www.minhavidacommeucao.blogger.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Voltem sempre para tomar um cafezinho no meu cantinho.Vou acompanhar o de vocês , muito legal. Gosto muito dos animais e as vezes odeio os homens com suas maldades.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Adoro cachorros, gatos e outros animais também.
    Adorei as fotos, e o texto?
    Ah, muito bom, lição de vida sim.
    Os textos, assim como os animais e as coisas mais simples da vida, tem esse dom, transmitem o que há de melhor na vida.

    PS: Obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  11. uma vez, por morar numa pensão onde a dona não aceitava animais, tive que me livrar do gatinho que tinha.
    Fui cruel, e soltei ele numa praça. Até o último dia de minha vida vou lembrar, e lamentarei o mal que fiz.
    Eu não tinha liberdade, mas o que fiz foi desumano.
    Os animais são como pessoas, e sempre passam uma energia positiva para nós.
    Faz falta a companhia de um bichino, assim como o calor humano às ve

    ResponderExcluir
  12. Parece que a minha cadela falou comigo neste texto! Rs...

    Beijos, meninas, muito legal este espaço! = )

    ResponderExcluir
  13. A gente que tem a mania de achar superior a tudo e não entendemos que até o mais simples animal / fato / ser humano podem nos ensinar a sermos melhores...

    Fiquem com Deus, meninas.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Ei você ai, obrigada por suas palavras e bla bla bla